TITANIC 

 

 

O que de tão incrível possuiu e possuí este naufrágio que por mais de 80 anos atrai a atenção do mundo ?

Sua perda para a época foi um golpe tremendo à raça humana e porque não dizer, ao orgulho humano que, com suas conquistas recentes, julgava arrogantemente ter dominado definitivamente a natureza.

As declarações de seus proprietários e construtores, os elogios da mídia inglesa, tornaram o Titanic “insubmersível” , um navio que ”o próprio Deus” não poderia afundar.

Os fatos demonstram uma total confiança na embarcação tanto que, com o chegar das primeiras notícias sobre o choque com o iceberg, por certo tempo, ainda se afirmou que a embarcação permanecia flutuando, que nenhuma vida havia sido perdida e a maior questão era a de qual doca nos Estados Unidos, conseguiria receber tão grande embarcação para reparos.

Estas afirmações podem ser vistas nestes recortes abaixo.  

                              

 

A história desta embarcação se inicia com a tentativa feita por J. Bruce Ismay, presidente da White Star Line e J.P.Morgan seu maior acionista, em concorrer na rota do Atlântico com a Cunard Line, proprietária das embarcações MAURETANIA e LUSITANIA. Em 1907 ambos decidiram construir 2, posteriormente 3, embarcações de grande porte e luxo para operar a rota Grã-Bretanha - Estados Unidos.

 Seriam elas a OLYMPIC, a TITANIC e posteriormente a BRITANNIC.

Dados estruturais:

Estaleiro: Harland & Wolff de Belfast.  

Dimensões: 882 pés e 9 polegadas X  94 pés X 100 pés 

Tonelagem bruta: 46.328 toneladas

Deslocamento: 52.250 toneladas.

Propulsão: 29 caldeiras com 159 fornalhas, proporcionavam uma potência total de 46.000 hp e 3 hélices permitiam uma velocidade de até 24 nós. 

Capacidade: 3.547 pessoas (passageiros + tripulação).

A Titanic tem sua construção (sob número de quilha 401 da Harland & Wolff) iniciada a 31 de março de 1909 e é lançado ao mar a 31 de maio de 1911 se tornando o maior objeto móvel construído pelo homem.

Em julho de 1911 é marcada a data da viagem inaugural da Titanic : 20 de março de 1912 .

Devido ao fato de que a Olympic bate com o cruzador da marinha britânica Hawke, recebendo fortes avarias que obrigam o estaleiro a fornecer homens e materiais para atender aos reparos da Olympic, a primeira viagem da Titanic foi remarcada para o dia 10 de abril de 1912.

A 3 de fevereiro de 1912, a Titanic dá entrada na Thompson Graving Dock, concluem-se os acabamentos e iniciam-se os testes de mar onde são realizadas manobras para teste da embarcação e de seus equipamentos.

No dia 2 de abril parte, sob o comando do Capitão Bartlett, para Southampton (a 570 milhas), o porto base para as viagens que começaria a realizar. Onde chegou na madrugada do dia 4 e inicia o carregamento de carga e suprimentos, além de receber à bordo a maior parte da tripulação.

A embarcação fica pronta para zarpar em sua viagem inaugural no dia 9 de abril.

     No dia 10 de abril, às   07:30 hs seu novo comandante, Capitão Edward J. Smith, ex comandante da Olympic. Das 09:30 às 11:00 hs. é realizado o embarque dos passageiros das 2a. e 3a. classes. Os passageiros da 1a. classe embarcam às 11:30 hs.

Nesta tarde, a Titanic parte sendo levada por rebocadores.

Um incidente ocorre quando a Titanic  já navegando por seus próprios meios passa próximo da embarcação New York. O deslocamento de água que seu movimento faz com que as amarras da outra embarcação se quebrem e a popa da mesma vá em sua direção. Graças a uma rápida intervenção da tripulação da New York a colisão é evitada por apenas 2 metros.

Tudo correu normalmente até a triste madrugada entre os dias 14 e 15 de abril, quando a Titanic naufraga após colidir com um iceberg a cerca de 400 milhas de St. John (Cape Race, New Foundland) e distante aproximadamente 900 milhas do porto de New York.

Para informações detalhadas sobre o naufrágio, desenhos, vídeos e fotos, selecionei abaixo uma série de sites que merecem ser vistos:

Marcello De Ferrari.